O último capítulo da novela de apresentação do novo Malibu finalmente foi ao ar. Mostrado por partes, a GM deixou os detalhes finais sobre o carro para a apresentação oficial no Salão de Xangai, realizada nessa segunda-feira (18). Na ocasião, a marca reafirmou que o lançamento é o primeiro veículo global da Chevrolet e atenderá mais de 100 países. Apesar de tantos mercados, a produção do sedã ficará concentrada nos Estados Unidos e China.

Mas o Malibu, apresentado já como modelo 2013, ainda vai levar um tempo para chegar às lojas. Segundo a GM, o modelo estreia nos EUA somente no começo do próximo ano e mais adiante na China. Por aqui, o desembarque do carro, já confirmado para o mercado nacional, poderá acontecer em meados do segundo semestre de 2012. A montadora, entretanto, ainda não divulgou preço algum de seu novo produto.

No entanto, a GM finalmente revelou qual é o motor de seu sedã. Muito se falou a respeito da manutenção do bloco 2.4 da geração atual ou ainda numa inédita versão com propulsor 2.0 turbo. Nem uma, nem outra. A nona geração do Malibu estreia o novo 2.5 Ecotec de 190 cv e 25 kgfm de torque, que tem como principal destaque o sistema de injeção direta de combustível. O câmbio, por enquanto, tem apenas a opção automática de 6 marchas.

O novo sedã de luxo da Chevrolet será oferecido nas versões LS, LT e LTZ, que contemplam diferentes listas de equipamentos e detalhes de acabamento variados. Os jogos de rodas, por exemplo, podem ser aro 17”, 18” ou 19” e há também 10 opções de pintura para a carroceria. O carro ainda traz 8 airbags e alguns dos mimos eletrônicos são os sistema multimídia com GPS embutido ao painel e ar-condicionado dual-zone com comando GPS. 

Thiago Vinholes

|