A General Motors do Brasil e autoridades do estado de Santa Catarina deram início hoje à construção da fábrica de Joinville, prevista para ser inaugurada em 2012. A planta catarinense, que consumiu R$ 350 milhões em investimentos, terá capacidade para entregar 120.000 motores e 200.000 cabeçotes de alumínio por ano, que serão enviados às fábricas de Gravataí (RS) e Rosário (Argentina) – locais onde ocorrem, atualmente, a produção de Prisma e Celta e Agile, respectivamente.

Segundo a GM, as instalações da linha de montagem devem ocorrer em novembro, e em seguida o treinamento dos futuros empregados da nova unidade fabril – que terá uma área de 500 mil metros quadrados, sendo 50 mil de instalações da fábrica propriamente dita. “Joinville possui excelente infra-estrutura e mão-de-obra bastante qualificada, além de contar com a proximidade de cinco portos no estado de Santa Catarina, o que favorece e muito seu desempenho do ponto de vista estratégico de nossas operações”, explica o vice-presidente de Comunicação, Relações Públicas e Governamentais, Marcos Munhoz.

Rodrigo Mora

|