A General Motors anunciou a criação de uma estrutura independente na América do Sul, que terá em seu comando Jaime Ardila, que hoje conduz a GM do Brasil. No seu lugar, assumirá Denise Johnson, que até então era vice-presidente de Relações Trabalhistas da empresa. Denise é a primeira mulher a assumir a presidência de uma montadora no Brasil.

A GM América do Sul, sediada em São Caetano (SP), foi criada para atender a crescente demanda de produtos e serviços na região, que inclui, além do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Com a nova estrutura, aumentarão os investimentos em novas fábricas e produtos, além de mais conectividade com os mercados europeu, asiático e norte-americano.

Denise se reportará a Ardila, que agora passará a responder a Ed Whitacre, presidente mundial e CEO da General Motors.

Rodrigo Mora

|

Veja mais notícias da marca