Com aproximadamente 3.000 funcionários em greve, a fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR) está paralisada desde quinta-feira (5). Os operários cobram da montadora o pagamento da participação nos lucros (PLR) em 2011 baseado na produção dos últimos 12 meses da unidade. O valor pedido pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC) é de R$ 12.000 por empregado. No entanto, a VW está disposta a pagar somente R$ 4.600.

De acordo com o SMC, com os quatro dias de atividades suspensas na unidade cerca de 3.000 carros deixaram de ser produzidos. A planta paranaense produz atualmente os modelos Golf, Fox e CrossFox. A fábrica é a mais recente da VW no Brasil, que também tem pontos de produção de automóveis em São Bernardo do Campo (SP) e Taubaté (SP).

O sindicato informa que a paralisação em São José dos Pinhais segue até quarta-feira (11). Nesse mesmo dia uma reunião entre os operários e diretores da marca decidirá a situação.

Thiago Vinholes

|