Aproveitando o lançamento da versão híbrida, a Honda fez modificações no visual do Fit, seu monovolume mais famoso e que recentemente atingiu 3,5 milhões de unidades vendidas no mundo inteiro – 300 mil no Brasil.

A reestilização, no entanto, foi leve e envolveu a troca dos para-choques dianteiros e traseiros por versões mais rebuscadas e agressivas. Mas deu outra dinâmica para o modelo que conta com a versão RS no Japão, de visual mais esportivo.

No país, o Fit exibe diferenças mais gritantes entre as versões. A básica, com motor 1.3, por exemplo, tem grade perfurada enquanto a 1.5, topo de linha, possui uma régua cromada semelhante a do Civic.

Como é filosofia da empresa, as mudanças serão estendidas a outros mercados, incluindo Estados Unidos, Europa e Brasil. Nesse caso, tudo leva a crer que o Fit nacional seja atualizado em 2011.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/