O CR-Z nasceu como o primeiro carro híbrido esportivo da história. Une um motor a explosão 1.5 de 112 cv ao elétrico com mais 14 cv. É um carro interessante. Mas a Honda, segundo reportagem do website britânico AutoCar, pretende torná-lo ainda mais radical com a adição de um novo propulsor com turbocompressor.

Prevista para o próximo ano, a versão com desempenho superior poderá ser impulsionada pelo novo motor 1.6 iVETEC turbo que a Honda prepara para equipar toda sua linha. De acordo com a fonte, o CR-Z poderá usar o motor em duas configurações de potência: 160 cv ou 200 cv.

Um exemplo do que pode ser o carro já foi mostrado no SEMA Show deste ano com o conceito CR-Z Hybrid R. O modelo, que muito lembra o Civic Type R, tem rodas aro 18”, aerofólio, spoilers mais avançados e um extrator invocado no para-choque traseiro.

Thiago Vinholes

|