O HB20, reestilizado recentemente, já tem novidades planejadas pela Hyundai para 2016. Segundo alguns rumores, a montadora sul-coreana prepara uma versão com apelo esportivo para a linha do hatch compacto. Além do visual diferenciado, o novo modelo trará um inédito motor 1.0 litro flex de três cilindros, dotado de turbocompressor e injeção direta de combustível.

Ao que tudo indica, o novo propulsor é uma versão do bloco que equipa o Kia Cee’d GT Line no mercado europeu, o 1.0 T-GDI Kappa, que consegue entregar 120 cavalos de potência, a 6.000 rpm, e 17,5 kgfm de torque, entre 1.500 e 4.100 rpm. Espera-se que tais números sejam mantidos na variante brasileira, que inclusive passa por testes de calibragem e validação de mudanças pelos engenheiros da Hyundai.

O motor é equipado ainda com injetores perfurados a laser, em forma de pirâmide, que consegue espalhar de uma melhor forma a mistura entre combustível e ar nas câmaras de combustão, além de válvula que controla a passagem dos gases de exaustão para a turbina (conhecida também como wastegate) controlada eletronicamente, permitindo um melhor aproveitamento e a disponibilidade de torque em rotações mais baixas.

 
 
Hyundai HB20 2016: mudança leve para manter vendas em alta Hyundai HB20 2016: mudança leve para manter vendas em alta
Hyundai HB20X 2016 Hyundai HB20X 2016
Hyundai HB20S 2016 Hyundai HB20S 2016
 
 

Ainda não há detalhes a respeito dos demais diferenciais da versão “esportiva” do Hyundai HB20, mas na estética o modelo poderá seguir o conceito R-Spec (mostrado na última edição do Salão de São Paulo) e se posicionar como uma das versões mais caras da linha, com preço acima dos R$ 50 mil.

A nova motorização será oferecida também para as demais versões do hatch, afora o sedã HB20S e o aventureiro HB20X. Com o lançamento do motor 1.0 T-GDI, a Hyundai deve melhorar seu rendimento energético, somando pontos para o InovarAuto.

Pelo menos por enquanto, o único carro 1.0 turbo à venda no Brasil é o Volkswagen up! TSI, que consegue entregar 105 cv com etanol, a 5.000 rpm, e 16,8 kgfm, a 1.500 rpm. 

Redação

Redação |