Para incomodar o Toyota Prius, a Hyundai lançar durante o Salão de Genebra, que acontece em março, o novo IONIQ. O modelo foi revelado recentemente e, ao contrário do rival japonês, será oferecido em três diferentes configurações: uma híbrida (recarregada pelo motor a combustão), uma híbrida plug-in (que pode ser recarregada na tomada) e outra totalmente elétrica.

O visual do novo Hyundai IONIQ segue a identidade visual da fabricante coreana, sendo que a carroceria se destaca pelo formato mais aerodinâmico (o modelo tem coeficiente aerodinâmico 0,24, um dos melhores entre os carros de produção). Como destaque há a grade hexagonal, os faróis de LED e traseira elevada com uma divisão com dois vidros.

Para pesar menos, o modelo é construído com aços de alta resistência e alumínio, chegando a 1.380 kg já com as baterias. Segundo a Hyundai, o baixo peso contribui para um menor consumo de combustível e também para melhorar o nível de segurança.

Na versão híbrida, o IONIQ usa um motor 1.6 GDi a gasolina, que entrega 105 cavalos e 15 kgfm de torque, e outro elétrico de 43 cv e 17,3 kgfm, chegando a uma potência combinada de 141 cv e torque de 27 kgfm, com câmbio automatizado de dupla embreagem e bateria de polímero de lítio.

Ainda não se sabe, porém, se a Hyundai vai oferecer o novo híbrido no Brasil.

 
 
 
 
Leonardo Andrade

Leonardo Andrade |