Além do compacto Renegade e da nova picape da Fiat, a unidade fabril da Jeep em Goiana (PE) será responsável pela produção de um novo utilitário esportivo. Ao que tudo indica, trata-se da nova geração do Compass, que deve chegar para substituir também o velho Patriot, com lançamento previsto para março do ano que vem, durante o Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça.

O novo Jeep Compass já está sendo testado e deverá usar a plataforma B-Wide, a mesma do Renegade e também do utilitário da Fiat, o que pode baratear os custos de produção na planta pernambucana.

Na gama de motorização, o Compass 2017 também deve seguir a linha do modelo compacto, com direito a propulsores 1.6 litro e 2.0 litros turbodiesel, além das unidades 1.4 litro turbo, 2.0 litros turbo, 2.2 litros e 2.4 litros Tigershark de quatro cilindros, com opção de transmissão automática de nove marchas e tração integral por embreagem de acoplamento.

Para o mercado brasileiro, é bastante provável que a Jeep ofereça o novo crossover com motores flex. Com o novo Compass, a marca americana poderá cobrir uma lacuna existente hoje entre o Renegade mais caro (R$ 120 mil) e o Cherokee mais barato (quase R$ 170 mil).

Décima marca mais vendida do Brasil

Com o Renegade, a Jeep deu um salto em vendas no país. Se em 2014 a marca figurava num distante 24º lugar no ranking de vendas, em julho a Jeep foi a 10ª marca mais vendida, superando rivais como Mitsubishi, Citroën e Peugeot, e bem à frente de outras marcas de luxo como Mercedes, BMW e Audi.

Mula do Compass 2017
Site Cars

"Mula" do Renegade é usada na Europa para testar plataforma do novo Compass

Redação

Redação |