As formas do que viria a ser o sucessor do Opirus foram conhecidas já há algum tempo quando a Kia apresentou o protótipo KND-5. Mas somente agora soube-se seu nome oficial: Cadenza, uma referência a música, assim como seu primo da Hyundai, o Sonata.

O Cadenza é o sedã sucessor do inexpressivo Opirus, um modelo com visual perdido entre o Lincoln e os Mercedes do começo da década. O novo Kia, ao contrário, exibe muita personalidade e elegância, uma tentativa um tanto atrasada da marca em agradar a um público mais seleto – segmento onde a Hyundai já se estabeleceu.

A frente exibe a característica “boca de tigre” na grade, mas os faróis são mais sofisticados que de outros Kia – as luzes de neblina usam leds, tecnologia comum hoje em carros alemães.

Seguindo um padrão da Hyundai, o novo carro terá dois nomes, um para o mercado externo (Cadenza) e outro para o local, no caso, a sigla K7. Como é comum nos carros coreanos, há equipamentos de conforto como assentos com extensor elétrico e um inusitado assento ventilado.

O Cadenza terá dois motores, um 4 cilindros em linha de 2.4 litros com injeção direta de combustível e outro V6, mais direcionado ao mercado norte-americano. O novo sedã deve ser lançado pela Kia no Brasil em 2010.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/