A Kia não trouxe uma, mas duas novidades mundiais para o morno Salão de Nova Iorque. O primeiro já era conhecido. Trata-se da nova geração do sedã Magentis, ou Optima para os americanos.

Como já antecipamos aqui, o modelo é o mais belo dos projetos do designer alemão Peter Schereyer e comprovou isso ao vivo. O Magentis exibe um visual elegante e esportivo, lembrando às vezes um BMW – até a saída de ar lateral foi copiada.

Nos EUA, o Magentis terá três versões – LX, EX e SX. Desde a versão básica haverá teto solar e retrovisores com repetidores de direção. A versão EX troca as rodas aro 16 pelas 17 e acrescenta faróis de neblina, detalhes cromados e espelhos aquecidos. Já o top traz rodas aro 18 e faróis de LED entre outros detalhes.

Os motores são vários: para a Europa haverá um diesel 1.7 e dois a gasolina, com 2.0 e 2.4 litros. Esses deverão equipar a versão que virá para o Brasil em 2011.

Rival do Cee´d

Curiosamente, a Kia revelou no evento o Cerato hatch, lá conhecido como Forte. A versão será voltada para os Estados Unidos e ocupa o mesmo espaço do Cee´d, o hatch médio que a Kia fabrica e vende na Europa.

A boa notícia é que o Cerato hatch é forte candidato a chegar ao Brasil já que será fabricado na Coréia do Sul, na mesma linha das demais versões. Motorização, câmbio e versões são as mesmas o que vislumbra a possibilidade de termos preços começando abaixo de R$ 50 mil.

Em relação ao sedã, o Cerato hatch traz poucas novidades. A traseira é correta, mas nem um pouco ousada. As lanternas têm o mesmo desenho do Cerato três volumes, mas são proeminentes. O lançamento no mercado americano ocorrerá no final do ano, o que projeta sua chegada ao Brasil em 2011 também.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/