Em fevereiro de 2010, desembarcam no Brasil os engenheiros da Kia que desenvolverão o primeiro motor flex da marca. A informação foi passada para o AUTOO pelo presidente da marca no país, José Luiz Gandini.

Segundo ele, um Soul de avaliação será levado pela equipe da Kia para o Piauí para realizar testes em condições de alta temperatura. É o primeiro passo para que os coreanos eliminem a desvantagem que têm hoje perante outras montadoras. Desvantagem essa que ficou clara neste mês quando o governo federal prorrogou a alíquota do IPI mais baixa para os carros flex.

O motor que estreará o sistema é o potente 1.6 16V que equipa o Soul e o Cerato, por exemplo. A expectativa é que ele esteja pronto para ser lançado a bordo do Soul em outubro do ano que vem. Na sequencia, virá o Cerato e, em 2011, o Sportage flex, mas aí com o motor 2.0 16V, o próximo a ganhar o sistema bicombustível.

O objetivo é, a partir daí, ganhar volume de vendas no Brasil para justificar a construção de uma fábrica no país. O sonho, de acordo com Gandini, permanece vivo, mas para isso é preciso vender mais de 50 mil carros por ano. Talvez em 2011.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/