O fraco desempenho em vendas do up! e o Mobi serviram de alerta para a Renault. É o que deu a entender o presidente da marca no Brasil, Olivier Murguet, em entrevista ao site Automotive Business, durante o lançamento mundial da picape Alaskan.

Murguet confirmou que o Kwid, sucessor do Clio, estará mais para SUV do que hatch: “vai ser um pequeno SUV com bom espaço interno”, revelou ao site. Essa vertente está clara desde a aparição do modelo, mas a Renault deve enfatizar o visual de jipinho para evitar uma recepção fria do consumidor, como ocorreu com seus rivais diretos da Volks e da Fiat.

Murguet garante também que o Kwid não decepcionará no preço, ao contrário dos concorrentes, cuja expectativa do mercado é que custassem menos. “(O preço) não será mais caro nem mais barato do que se espera”, afirmou.

O modelo estreará um novo propulsor 1.0 de 3 cilindros, tendência nas montadoras. A novidade é que haverá duas versões, uma com cerca de 70 cv no Kwid de entrada, e outra mais forte e que também será usada no Sandero e no Logan.

Em relação à segurança, um ponto que está em suspense desde o mau resultado do modelo em crash-test no exterior, a Renault deverá evitar o problema com uma carroceria mais reforçada e também com a possibilidade de equipá-lo com até sete airbags, hoje um privilégio de carros mais caros.

 
 
Renault Kwid 2016
 
Renault Kwid 2016
Renault Kwid 2016
Renault Kwid 2016
 
Renault Kwid 2016
Renault Kwid 2016
Renault Kwid 2017
 
Renault Kwid 2017
Renault Kwid 2017
 
 

Avalanche de SUVs

Murguet também comentou a respeito da investida em SUVs no Brasil. Além de confirmar a vinda do Koleos em 2017, o executivo prometeu uma surpresa que certamente se trata do Kaptur, como o AUTOO apurou na semana passada.

De fato, a Renault pode tirar vantagem da demanda por veículos com visual de SUVs ao atacar várias faixas de preços. Uma coisa é certa: até o final da década, as ruas vão estar tomadas por esses modelos com cara off-road, mas essencialmente urbanos. A marca que não tiver mais de um no portfólio vai ficar para trás.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |