Enfim, a Aston Martin pôs fim às dúvidas: o Lagonda, protótipo revelado no Salão de Genebra de 2009, será um carro de produção. Contrariando os recentes boatos de que a marca inglesa teria desistido do projeto, um porta-voz afirmou que o desenvolvimento do carro não foi abandonado, apenas fora colocado em espera. “Ele sempre esteve em nossos planos a longo prazo, e não apenas numa ação imediata. Nós nunca cancelamos o Lagonda”, diz o porta-voz.

No entanto, a Aston Martin afirma que não veremos o Lagonda pronto antes de 2012, na mais otimista das previsões. Parte desse “atraso” é por conta da necessidade de a marca montar uma fábrica maior, que comporte a produção de uma plataforma e motores novos. Estima-se que a base do Lagonda seja o Mercedes-Benz GL. Atualmente presente em 35 países, a Aston Martin prevê expandir seus alcances com a chegada do Lagonda. “Eu acredito que poderemos estar presentes em mais de 100 mercados no mundo”, disse o CEO da marca, Dr. Ulrich Bez.

Rodrigo Mora

|