Fim da linha para o Murciélago. A Lamborghini produziu nesta sexta-feira (5) a última unidade de seu atual superesportivo mais potente. Ao todo, foram fabricados 4.099 exemplares do carro desde o seu lançamento, em 2001. “A história da marca continuará em 2011. Daremos um grande salto tecnológico e na área de design com o substituto do Murciélago”, revelou Stephan Winkelmann, presidente da fabricante, em comunicado a imprensa referindo-se ao Jota, que estreia no próximo ano.
 
O último Murciélago produzido era da série LP 670-4 Superveloce na cor laranja. Essa versão usa o motor 6.5 V12 de 670 cv com câmbio semi-automático e tração integral. Já a denominação “SuperVeloce” refere-se a versão mais radical do série, que além de ter 20 cv a mais que o modelo convencional também é 100 kg mais leve devido ao uso de mais componentes de fibra de carbono no lugar de chapas metálicas. Essa combinação, segundo a Lamborghini, permite ao carro acelerar de 0 a 100 km/h em 3s2 e atingir a velocidade máxima de 342 km/h. Apenas 350 unidades dessa linha foram feitas.
Thiago Vinholes

|