Para combinar com a quantidade de cavalos de potência gerados pelo motor do Aventador – 700 cv extraídos do bloco V12 – a Lamborghini limitou a produção anual do carro em 700 unidades. Portanto, quem quiser um desses na garagem terá de voltar a loja da marca italiana somente em 2012. Segundo comunicado da fabricante, todos os exemplares do carro que serão produzidos até o final deste ano já foram vendidos. O mesmo acontece com a nova Ferrari FF, que teve sua lista de pedidos para este ano encerrada com 800 solicitações.

Tanto o Aventador como a FF são algumas das principais estrelas expostas no Salão de Genebra, na Suíça, que recebe o público até 13 de março. Outro fato curioso é que os preços dos dois superesportivos italianos ainda não foram divulgados pelas montadoras, que aparentemente já estão lucrando com os cheques de adiantamento pelos carros.

O Aventador veio ao mundo para ser o modelo top de linha da Lamborghini, papel antes feito pelo Murcielágo, já fora de cena. Além da potência elevada, o lançamento tem suspensão de alta performance e sistema de tração integral. Já a Ferrari FF, também V12, se diferencia de todos os carros já feitos pela marca de Maranello por sua concepção Shooting Brake. Não só isso, o veículo também é 4x4 e transporta 4 ocupantes.

Thiago Vinholes

|