Mais uma marca se adianta ao Salão de Paris e revela sua principal atração. Dessa vez foi a Land Rover, que lança oficialmente o Range Rover Evoque, classificado por ela como cross-coupe. Trata-se do mais leve, menor (e conseqüentemente mais econômico) modelo da marca. O Evoque é baseado no conceito LRX.

Proposta inédita, o Evoque pode ser escolhido em três temas de design: Pure, com “um elegante e clean habitáculo em cores neutras” e materiais sensíveis ao toque ao lado de detalhes em alumínio escovado; Prestige, que traz rodas aro 19 exclusivas e interior em couro; e Dynamic, topo de linha, com rodas aro 20 e diferenciações estéticas nos para-choques, soleira, grade dianteira e escapamentos – além de teto e spoiler pintados de em outra cor, bancos esportivos e com detalhes em “cores vibrantes”. A intenção é atrair novos clientes. “O Evoque atrairá um novo grupo de consumidores que nunca antes consideravam comprar um Range Rover”, garante Phil Popham, diretor-geral da Land Rover.

O Evoque é equipado com dois motores a turbodiesel e um a gasolina. Os primeiros são 2.2 litros, com 150 cv ou 190 cv, dependendo da versão. Segundo a Land Rover, é possível atingir 21,26 km/l de consumo, e emitir 145 g/km de CO2. Já o novo 2.0 Si4, também sobrealimentado e com injeção direta de gasolina, chega aos 240 cv. Para o Brasil, é provável que esteja disponível apenas o motor a gasolina, já que a lei impede por aqui esse tipo de veículo a diesel.

Entre os equipamentos, a Land Rover destaca o Park Assist, sistema de navegação por GPS com HD, sistema de TV digital por satélite e DVD, sistema de faróis adaptativos, com regulagem automática de intensidade, entre outros.

Ainda em testes ao redor do mundo, o Evoque será comercializado em 160 países a partir de 2011 – incluindo o Brasil, que deve recebê-lo no segundo semestre.

Rodrigo Mora

|