Depois de ter sido aprovada na Câmara em fevereiro e no Senado em março, a lei que obrigará os automóveis a serem vendidos equipados com airbags no Brasil foi aprovada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na última quinta-feira (19).

Com a aprovação, os fabricantes terão até cinco anos para adaptarem suas frotas, considerando, também, os automóveis importados. Até 2014, todos os carros precisarão sair de fábrica com o acessório.

A regulamentação do equipamento nos veículos vendidos por aqui será feita pelo CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito), que avaliará as especificações técnicas exigidas para o acessório.

Por mais que incluir airbags em um automóvel hoje seja uma prática não das mais baratas, acredita-se que com a grande demanda do acessório o preço cairá radicalmente. Assim, o valor final dos veículos não deverá sofrer muita mudança.

Redação

Redação |