Ao que parece, a McLaren não perdeu com a saída de Ron Dennis do posto de chefe de equipe na Fórmula 1. Sob seu comando, a escuderia e fabricante de esportivos britânica desenvolveu o MP-4 12C, substituto do F1, que agora é apresentado oficialmente. O superesportivo terá como principais concorrentes, quando chegar às lojas no começo do próximo ano, Ferrari 458 Italia e Mercedes SLS AMG.

O MP-4 12C se destaca pela construção de sua carroceria em fibra de carbono, o que lhe garante peso máximo de 1.300 kg. Assim, não fica difícil o motor de 3.8 litros V8, com seus 600 cv a 8.500 rpm, levar o modelo aos 200 km/h em menos de 10 segundos e ultrapassar os 320 km/h de velocidade máxima, de acordo com a fabricante. O câmbio escolhido pela McLaren é o SSG (Seamless Shift Gearbox), de sete marchas e dupla embreagem. O motorista (ou piloto?) pode escolher dois modos de condução: H (Handling), que altera o peso da direção e a atuação do controle de estabilidade e o comportamento da suspensão, enquanto o modo P (Powertrain) muda a resposta do acelerador, o ronco do motor e o tempo das trocas de marcha. Muito da aerodinâmica e das soluções tecnológicas foram pensados por engenheiros da equipe de Fórmula 1, diz a McLaren.

O chefão Ron Dennis afirma que, além de ter o esportivo mais rápido, os clientes terão o melhor suporte no pós-venda. A McLaren promete entregar o MP-4 12C (que pode vir em 17 opções de cores) em três meses após o pedido. Antes mesmo de chegar aos 35 concessionários que a marca pretende montar, há 1.600 oficializações de interesse pelo carro.

Rodrigo Mora

|

Veja mais notícias da marca