Se você tinha em mente estacionar um 675LT Spider na garagem, eis uma má notícia: a McLaren anunciou que todos os 500 exemplares do novo superesportivo já foram vendidos em menos de duas semanas depois da apresentação do modelo. Cada unidade do bólido foi oferecida com preço inicial de US$ 285.450, cerca de R$ 1,14 milhão. No entanto, acredita-se que a marca tenha apresentado o 675LT para seus clientes meses antes de sua apresentação, liberando as encomendas desde então.

Em relação ao 675LT Coupé, o Spider recebeu rigidez ampliada em 27% na dianteira e 63% na traseira (permitindo downforce 40% maior que o antigo 650S Spider), sistema de escape duplo de titânio, rodas forjadas ultraleves de 19 polegadas na dianteira e 20 polegadas na traseira com pneus Pirelli P Zero Trofeo R e suspensão com molas mais rígidas e o balanço dianteiro foi aumentado em 20 mm.

 
 
McLaren 675LT Spider McLaren 675LT Spider
McLaren 675LT Spider McLaren 675LT Spider
McLaren 675LT Spider McLaren 675LT Spider
McLaren 675LT Spider McLaren 675LT Spider
McLaren 675LT Spider McLaren 675LT Spider
 
 

Na motorização permanece o 3.8 V8 biturbo do cupê, mas com novos turbocompressores, cabeçotes revistos, novo virabrequim, coletores de escape modificados, bielas mais leves e bomba de combustível de alto fluxo. São 675 cavalos de potência, a 7.100 rpm, e 71,4 kgfm de torque, entre 5.000 e 6.000 rpm.

Com esse conjunto, o McLaren 675LT Spider consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos e de 0 a 200 km/h em 8,1s e tem velocidade máxima de 326 km/h.

A primeira aparição do Spider ao público acontecerá no Salão de Genebra, em março. 

Redação

Redação |