A Mercedes-Benz revelou nesta terça-feira (18) uma de suas novidades mais aguardadas em especial para nós, brasileiros. Trata-se da inédita Classe X, modelo que a Daimler desenvolveu em conjunto com a aliança Renault-Nissan em um projeto que também resultou na nova geração da Nissan Frontier e da Renault Alaskan. Todos os produtos, é sempre bom lembrar, serão ofertados no Brasil, sendo que a picape da Nissan já está nas lojas. 

Em conjunto com a divulgação inicial da Classe X, a Mercedes-Benz também antecipou o cronograma de lançamento da picape ao redor do mundo. Ela chegará às lojas da Europa em novembro deste ano, sendo que no começo de 2018 será a vez da África do Sul, Austrália e Nova Zelândia receberem a picape. Por fim, no começo de 2019, a Classe X chegará ao Brasil e Argentina. As unidades vendidas em nossa região serão produzidas na Argentina, país de onde também receberemos a Frontier e a Alaskan.

Segundo a Mercedes, a ideia com a Classe X no mercado brasileiro é mirar em “famílias com afinidade por produtos premium”, nas palavras da marca. Ainda é cedo para falar em preço, mas na Europa a Classe X partirá de 37.294 euros, algo em torno de R$ 135.000 porém sem contar os custos de importação e tributos brasileiros. De qualquer forma, a Mercedes promete que sua Classe terá um valor competitivo.

Pelo menos na Europa a Classe X foi apresentada com uma grande possibilidade de combinações. Serão ao todo três versões, opções de motores a diesel com 4 e 6 cilindros, sistema de tração traseira, integral ou 4x4 selecionável e caixas manual de 6 marchas ou automática de 7 velocidades. Ainda não sabemos, contudo, quais serão as configurações destinadas ao Brasil.

A versão de entrada será chamada Pure, destinada ao comercial com para-choque de plástico sem pintura e rodas de aço. A configuração intermediária é designada como Progressive e já traz melhorias de acabamento e estilo, como os para-choques na cor do carro e rodas de liga leve com melhor visual. A versão topo de linha será a Classe X Power, oferecendo nível de equipamentos de conforto e segurança superior em relação às demais. 

A Mercedes-Benz destaca que a Classe X terá capacidade de carga de 1,1 tonelada, ou, nas contas dos alemães, 17 barris de cerveja com 50 litros da bebida cada. Outro ponto importante da Classe X será sua capacidade de rebocar até 3,5 toneladas, o equivalente a um trailer com três cavalos ou um iate de 8 metros de comprimento.

Em termos de dimensões, a Classe X está dentro do que encontramos no segmento atualmente. A picape conta com 5,34 m de comprimento, 1,92 m de largura e 1,81 m de altura, com um bom entre-eixos de 3,15 m, o que deverá conferir uma cabine bem espaçosa para a picape da Mercedes. Uma Toyota Hilux, por exemplo, tem uma carroceria com 5,33 m de comprimento, 1,85 m de largura, 1,81 m de altura e 3,08 m de entre-eixos.

A proposta da Mercedes-Benz com sua Classe X é combinar a robustez, praticidade e capacidade off-road de uma picape média com o requinte, sofisticação, nível de equipamentos e bom comportamento dinâmico dos carros da marca. Para isso, a Mercedes antecipa que a Classe X Power contará com refinamentos como o revestimento interno de couro Artico, que conta com produção artesanal, e elementos de microfibra. O couro aplicado nos bancos, painel e nas laterais de portas também terá várias possibilidades de personalização, como é geralmente oferecido nos carros de luxo.

A Mercedes também promete “elevar o nível de conforto e sensação de qualidade” encontrado no segmento das picapes médias. Para tanto, além da seleção de materiais nobres na cabine, a Mercedes equipou as versões mais caras da Classe X com uma central multimídia com tela de 8,4” com navegador integrado e sistema de monitoramento em 360º ao redor do carro, algo que sem dúvida nenhuma é bem-vindo em um carro com mais de 5 m de comprimento.

No campo da ergonomia e conforto, a Mercedes destaca que a Classe X Power oferecerá comando elétrico para os bancos dianteiros bem como o suporte lombar ajustável para os assentos em questão, recurso que ajuda a cansar menos motorista e passageiro em deslocamentos mais longos. O sistema de fixação Isofix para cadeirinhas também estará presente na picape, que promete acomodar três passageiros com conforto na segunda fileira de assentos.

Partindo para o conjunto mecânico, a versão de entrada da picape será a X 220 d, que trará sob o capô o motor 2.3 turbodiesel com 163 cv. Logo acima será posicionada a X 250 d, que traz o mesmo bloco, porém biturbo, de 190 cv. Ambos poderão ser oferecidos com tração traseira ou 4x4. Ainda entre os propulsores 4 cilindros, também figura na gama de opções da Classe X a versão X 200 a gasolina, com 165 cv e apenas tração traseira. O câmbio automático de 7 marchas poderá ser encontrado apenas nas opções X 250 d e X 250 d 4Matic (com tração 4x4).

A opção que mais chama atenção na Classe X será a X 350 d, com o poderoso 3.0 V6 turbodiesel de 258 cv e 56 kgfm de torque. Nossa configuração, a picape sai de fábrica obrigatoriamente com o sistema de tração integral permanente e a transmissão automática de 7 marchas 7G-Tronic Plus com a opções de trocas sequenciais por meio de borboletas no volante. Recursos como o start-stop estão presentes na X 350 d para combinar o bom desempenho sem deixar de lado o controle no consumo de combustível.

Um recurso raro que a Classe X trará para o segmento das picapes médias será o ajuste de chassi. A X 350 d contará com o sistema Dynamic Select, que permite ao motorista escolher entre os modos de condução Comfort, Eco, Sport, Manual e Offroad. O recurso altera as características das respostas do motor, o ponto de troca das marchas e também atua no funcionamento do start-stop.

Para a Europa a Mercedes oferecerá a Classe X com distância em relação ao solo de 202 mm e um conjunto de suspensão voltado para o conforto. Dependendo do mercado será possível adquirir como opcional um pacote para a suspensão que eleva a altura em relação ao solo da picape em mais 20 mm, o que melhora a aptidão da picape para o uso off-road. Com o pacote opcional, a Classe X entrega ângulos de entrada e saída de, respectivamente, 30,1º e 25,9º.

Além da fábrica da Renault em Córdoba, na Argentina, a Classe X também será produzida em Barcelona, na Espanha, a partir deste ano. Procurada pelo AUTOO, a Mercedes-Benz não adianta quais versões estão cotadas para o Brasil, mas seguramente a X 350 d deverá colocar as rodas por aqui.

 
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
Mercedes-Benz Classe X 2018
Mercedes-Benz Classe X 2018
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/