“Agora nós acreditamos que é possível ganhar dinheiro com veículos elétricos pelos próximos 10 anos”. A frase de Wolfgang Bernhard, responsável pela divisão de veículos comerciais da Daimler durante a apresentação do primeiro caminhão pesado elétrico do mundo, deixa claro que a Mercedes-Benz vai entrar de cabeça no desenvolvimento de produtos com esse tipo de propulsão.

Como a própria Mercedes-Benz já antecipou, a marca alemã deverá apresentar no Salão de Paris, em setembro deste ano, um inédito SUV elétrico com autonomia para cerca de 500 km. Em paralelo, a Mercedes também pode usar a estreia como o palco de lançamento de sua nova submarca específica para veículos elétricos, sendo que o nome ainda não foi definido.

A estratégia é semelhante ao que a BMW adota com a sua gama “i”, representada em modelos como o i3 e o i8. Os carros elétricos da Mercedes-Benz sobre a chancela da nova submarca também deverão contar com visual exclusivo, se diferenciando do restante da gama com motores a combustão da Mercedes-Benz.

Também estão previstar variantes elétricas do subcompacto smart, bem como um GLC movido a célula de combustível que também pode ser carregado em uma tomada convencional. A Mercedes-Benz, contudo, não antecipa quantos modelos 100% elétricos sairão dessa nova submarca, mas declara que será “mais de um”. 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |