Tal qual sua conterrânea, a Volkswagen, também a Mercedes-Benz fez questão de mostrar vários modelos inéditos no Salão do Automóvel – quase todos, aliás. O híbrido S400 e Classe 180 CGI já estão sendo vendidos, por exemplo.

Mas houve carro para todos os gostos, menos bolsos. A primeira estrela foi o SLS GT3, versão de corrida do magnífico superesportivo que hoje faz papel de carro de segurança na Fórmula 1. Com pintura prateada e equipado com toda a parafernália de competição, o modelo já é candidato a um dos mais requisitados pelo público.

Depois a marca apresentou o conceito Shooting Brake, uma perua com duas portas e visual esportivo. Seria uma presença interessante não fosse o fato de a Mercedes ter lançado o CLS em Paris, cupê do qual o Shooting Brake é uma espécie de prévia.

Em seguida foi a vez do Classe C 180 CGI, o mais barato sedã da marca, que custa R$ 115.000 e traz motor turbo em vez de Kompressor, como outras versões. Do outro lado do estande apareceu o S400 Hybrid, que usa um sistema KERS para alimentar um pequeno motor elétrico e aliviar o trabalho do propulsor a gasolina.

O presidente da Mercedes-Benz usou de um expediente técnico para dizer que o Classe B180 “é o primeiro automóvel vendido no Brasil que estaciona sozinho”. Na verdade, a Volks já vende um sistema parecido no Tiguan, mas é um crossover e não “automóvel”.

Para finalizar, surgiu o Classe E Cabriolet, elegante conversível de quatro lugares que conta com recursos como aquecedor de pescoço para permitir o uso mesmo no inverno – coisa rara em veículos assim.

Smart ecológico

Na carona da Mercedes-Benz, a Smart mostrou o novo ForTwo, o carrinho de dois lugares que recebeu um leve facelift e ganhou motores mais eficientes. Por falar nisso, a marca mostrou também o que anda fazendo em matéria de meio ambiente: o ForTwo elétrico e a e-Bike, uma bicicleta cujos pedais alimentam uma pequena bateria.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/