O ano de 2010 foi agitado para a Mercedes-Benz. Os futuros Classe C e ML AMG ainda rodam em testes, enquanto o novo SLK está prestes a ser lançado. Já o exuberante CL 63 AMG sofreu discreta reestilização, mas ganhou motor mais potente e econômico; e o CLS passou para a segunda geração durante o Salão de Paris. Algumas dessas novidades estarão no Salão do Automóvel, que abre suas portas na próxima quarta-feira, no Anhembi.

Shooting Brake: apresentado no Salão de Pequim, em maio, a perua conceitual antecipou as linhas da segunda geração do CLS, lançado em Paris e que a Mercedes-Benz nega que estará no salão brasileiro. Uma de suas atrações é o sistema de iluminação dinâmica, composto por luzes de LEDs, que permite o ajuste para cinco modos de diferentes de iluminação, desde uso numa rodovia até em trechos sinuosos, dispensando os faróis auxiliares.

SLS GT3: quem quiser brincar no campeonato nacional da GT3 com o SLS de corrida é fácil: basta assinar um cheque de € 397.460 (cerca de R$ 900.000). As alterações para as pistas incluem novo ajuste de suspensão, rodas e pneus especiais kit aerodinâmico e gaiola de proteção interna. O motor é um V8 de 6.2 litros, com 571 cv.

Classe E Cabriolet: o sedã e o charmoso cupê já estão no Brasil, por preços que partem de R$ 269.900. Agora só faltam a perua e o ainda mais charmoso conversível – este, aparentemente, mais próximo de chegar.

Smart fortwo: só mesmo durante o Salão, ao vivo, para notar as discretas modificações aplicadas ao mini carro. Na frente, novos faróis de milha com luzes de LEDs. As rodas também têm novo desenho. 

Classe C CGI: prestes a mudar, o Classe C chega ao Brasil com motores CGI (Charged Gasoline Injection), que prometem manter a mesma potência – 156 cv para o C180 e 184 cv para o C200 – reduzido o consumo de gasolina.

Rodrigo Mora

|