A mistura entre mexicanos e italianos rendeu um carro bem apimentado. Uma equipe de engenheiros do país latino-americano apresentou na Expo Bancomer um projeto que vai dar o que falar: um superesportivo de 1.400 cv e 92,5 kgfm de torque. Para você ter uma ideia, essa potência equivale a soma de mais de 17 carros 1.0!

Chamado de Inferno Exotic Car, os responsáveis pelo bólido declararam apenas que ele utiliza motor V8 biturbo, sem declarar a procedência. O câmbio e demais detalhes do conjunto mecânico também não foram revelados. Ao menos os números de desempenho do protótipo são conhecidos: 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos e velocidade máxima de impressionantes 395 km/h.

O visual, bem exótico como o nome indica, ficou a cargo de Antonio Ferrarioli, que esteve presente no desenvolvimento de alguns modelos bem importantes da Lamborghini, como o Asterion, Veneno, Aventador SV, Gallardo Super Trofeo e o Reventón Roadster.

Um dos grandes destaques do superesportivo vai para sua estrutura. A carroceria é feita de uma liga de zinco, alumínio e prata, que foi batizada de “espuma de metal”. A vantagem da tecnologia é que as partes do carro contam com capacidade de absorção de impactos bem maior que o aço, por exemplo, o que ajuda na segurança dos ocupantes em caso de colisão.

Se tudo correr bem, a ideia é que as primeiras unidades do carro mexicano sejam produzidas a partir do próximo ano.

Redação

Redação |