A BMW tem explorado como nunca a marca Mini. De um modesto compacto urbano, o modelo ganhou ares cult na década passada e cada vez mais dá origem a uma série de variações, algumas distantes demais da proposta original.

Depois do jipinho Countryman, que acaba de chegar ao Brasil, agora a Mini mostrará no Salão de Detroit o Paceman Concept que, como diz o nome, ainda é um protótipo, mas com pinta de modelo de produção.

A solução foi simples: retirou-se as portas traseiras do Countryman (aliás, uma heresia para os fãs tradicionais) e mexeu-se levemente nas medidas – o Paceman é mais longo e mais baixo que seu irmão.

No entanto, a parte mecânica é a mesma, composta por um motor 1.6 turbo de 211 cv e tração integral. A BMW chamou o Paceman de “primeiro Sports Active Coupé compacto” ou SAV, sigla que define modelos como o grandão X6. Ou seja, o novo modelo é um cupê na visão da marca, embora muito parecido com o hatch Mini.

A grosso modo, o Paceman parece um rival direto do Range Rover Evoque, da Land Rover que, como ele, tem versão duas portas e mesmo visual off-road.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/