Nos últimos tempos, a Kia tem surpreendido pela ousadia e beleza de seus novos modelos. A marca coreana também tem atualizado sua linha com uma velocidade incomum, o que não impede que restem alguns veículos da fase antiga da empresa.

Entre eles, temos hoje a van Carnival, a minivan Carens e o utilitário esportivo Mohave, este um dos últimos projetos antes da mudança visual introduzida pelo designer alemão Peter Schreyer. Não por coincidência, tanto Carens como Mohave saíram de linha nos Estados Unidos.

Lá chamados de Rondo e Borrego, respectivamente, ambos experimentaram quedas consecutivas de vendas e foram discretamente sacados do portfólio da marca. Segundo um analista ouvido pelo jornal Automotive News, “o Rondo não é mais competitivo frente às novas minivans que chegam ao país” e o “Borrego foi provavelmente o pior produto lançado em 2008”, disse Ed Kim, diretor da consultoria AutoPacific.

No Brasil, os dois modelos têm aceitação razoável. O SUV Mohave fechou 2010 com 766 unidades emplacadas e a minivan Carens caiu de 1.466 exemplares em 2009 para somente 550 carros no ano passado – em dezembro foram três minivans foram registradas.

Consultada sobre o assunto, a Kia do Brasil considera que o Mohave "tem participação significativa no segmento" e que a minivan Carens "não vende mais por falta de produto".

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/