Enquanto por aqui o mercado de carros com propulsão alternativa ainda engatinha, a Alemanha acaba de anunciar uma nova estratégia para difundir de vez a tecnologia. O país vai investir 1 bilhão de euros para viabilizar uma participação cada vez maior de carros elétricos e híbridos na frota circulante. Desse total, 300 milhões de euros serão utilizados para melhorar a infra-estrutura de recarga.

O grande destaque do plano vai para um amplo subsídio de 4 mil euros para os interessados em comprar um carro elétrico, cerca de R$ 16.000 de desconto. A regra, contudo, não vale para modelos de luxo que custam mais do que 60 mil euros. O subsídio será igualmente dividido entre o governo alemão e a indústria automotiva.

A meta da Alemanha é contar com 1 milhão de veículos elétricos circulando pelo país até 2020, uma alta considerável frente aos 50 mil modelos com a tecnologia que estão nas ruas por lá.

Já os compradores de automóveis híbridos, que contam com propulsor a combustão e outro elétrico, também serão benefiados só que o incentivo cai para 3 mil euros, aproximadamente R$ 12.000.

Quem sabe um dia teremos um plano semelhante por aqui...

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |