A Volvo gostaria de ser Benjamin Button, o personagem que nasce velho e vai ficando jovem. No seu estande, o hatch C30 (ele próprio um carro concebido mirando os jovens) e o XC60 ganham destaque com a linha R-Design, que se trata de um artifício (de bom gosto) de personalização e esportividade. O público jovem, novamente, é o alvo.

Embora lá fora os recém-lançados S60 e V60 já contem com a R-Design, no Brasil a linha, por enquanto, é exclusiva dos modelos XC60 e C30.

Mas a grande novidade é o S60, considerado pela própria marca o modelo mais divertido de guiar. A Volvo inclusive admite que o sedã foi desenvolvido pensando no motorista. Sem preço definido, o “quase cupê” começa a ser vendido a partir do 1º semestre de 2011. As versões oferecidas serão a T4 (motor 1.6 turbo de 180 cv), T5 (2.0 turbo de 240 cv) e T6 (6 cilindros, 304 cv). Entre os equipamentos, destaque para o detector de pedestres, que freia o carro automaticamente no caso de um possível atropelamento.

Rodrigo Mora

|