A Ford lançou nesta terça (17), em Dearborn (EUA), cidade vizinha a Detroit, o New Fiesta, modelo que é fabricado no México e que chega ao Brasil em um primeiro momento na versão sedã para concorrer em um segmento premium em que estão veículos como Honda City, Volkswagen Polo Sedan, Peugeot 207 Passion e Kia Cerato. O carro chega equipado com o já conhecido motor Sigma 1.6 16V Flex de 110 cv (cavalos) com gasolina a 115 cv com álcool, com torque máximo de 16,22 kgfm a 4.250 rpm.

São três as versões disponibilizadas para o Brasil, todas variadas da mesma SE (a top de linha é a SEL), cujo pacote de entrada custa R$ 49.900 e já traz ar-condicionado analógico, direção elétrica, computador de bordo, vidros e travas elétricos, MP3 player, alarme e rodas de liga leve (aro 15). O intermediário traz ainda ABS e custa R$ 51.150. O pacote top de linha oferece ainda bancos de couro e sete airbags, item inédito no segmento, por R$ 54.900.

O New Fiesta sedã será então posicionado entre o Fiesta Sedan e o Focus Sedan, cujos preços partem de R$ 61.620. A Ford anuncou, durante conferência de imprensa, que a ideia é comercializar 12 mil unidades por ano do modelo – um número que pode ser considerado modesto. Até porque o New Fiesta obrigaria a Honda a se mexer, uma vez que o City tem preços iniciais bem mais elevados – R$ 57.420 na versão de entrada LX –, muito embora o modelo da Ford não ofereça a opção de câmbio automático – o City automático começa em R$ 61.300 – e perca no volume do porta-malas (enquanto modelo da Honda oferece 506 litros, o New Fiesta tem 440 litros).

Em um test-drive extremamente curto (dirigimos quatro unidades, nem todas da versão que vem ao Brasil), na pista do campo de provas em um trajeto de aproximadamente dois quilômetros, pudemos conferir uma boa dirigibilidade e ergonomia. Mas faltou parâmetros, dada a escassez de convivência com o carro, que traz um desempenho satisfatório. Segundo números da Ford, o New Fiesta acelera de 0 a 100 km/h em 11,5 segundos e atinge velocidade máxima de 190 km/h (só foram cedidos os dados com álcool).

Em termos de consumo, o modelo faz com gasolina 11,9 km/l na cidade e 12,7 km/l na estrada (média de 12,3 km/l); com álcool a marca na cidade é de 8,3 km/l, na estrada, de 8,7 km/l, com (8,5 km/l de média). O modelo tem três anos de garantia, outro item oferecido apenas pelo City. Com 4,41 metros de comprimento, 1,70 m de largura, 1,45 m de altura e 2,49 m de entre-eixos (o City tem 4,40 m de comprimento e 2,55 m de entre-eixos), o New Fiesta não afeta em nada o velho Fiesta fabricado no Brasil, que segue como "Fiesta RoCam", em alusão ao motor.

Redação

|