Desta vez a Nissan acertou ao transformar um cupê em roadster. A marca japonesa revelou esta semana no Salão de Nova York o 370Z Roadster, versão conversível do esportivo que acaba de chegar aos Estados Unidos.

Ao contrário do 350Z conversível, seu sucessor parece ter nascido já sem capota. O Roadster tem a traseira levemente elevada e proporções que o comparam a outros roadsters famosos como o BMW Z4 e o Pontiac Solstice. O teto retrátil é de tecido, um sinal de tradição perto das capotas rígidas de alguns modelos. Ele leva 20 segundos para mudar de situação por meio de um botão localizado na porta.

Como todo esportivo que se preze, o 370Z traz itens como ar climatizado para os assentos, Bluetooth, faróis de xenônio e sistema de navegação por satélite.

O ar descompromissado esconde um motor V6 de 3.7 litros de 332 cv de potência. O dono do 370Z pode optar por uma transmissão manual de 6 velocidades ou câmbio automático com 7 marchas e comandos paddle-shift no volante.

O conversível começará a ser vendido nos Estados Unidos no meio do ano. Se a receptividade for boa, é provável que a versão conversível acompanhe a chegada do cupê 370Z quando este vier ao Brasil em breve.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/