Procurando aumentar sua tímida participação no mercado nacional, a Nissan tem revisado a lista de equipamentos e preços dos seus veículos. Primeiro foi a picape Frontier, e agora é o Livina que sofre alterações.

Na linha 2011, a minivan ganha equipamentos e cai de preço. As próximas unidades passam a oferecer, de série e desde a versão de entrada, parabrisa degradê, sistema Autodoor Lock (travamento automático das portas com o carro em movimento) e “elegantes detalhes de acabamento interno”, nas palavras da marca japonesa.

Custando anteriormente R$ 46.790, a versão 1.6 manual do Livina passa a valer R$ 43.990. Já a 1.6 S vai de R$ 48.690 para R$ 45.990, enquanto a configuração 1.6 SL cai de R$ 52.190 para R$ 50.990. Fechando a lista, há a versão topo de linha, 1.8 SL, que teve seu preço reduzido para R$ 53.990, ante R$ 57.390 na linha 2010.

No caso do Grand Livina, que leva até sete passageiros, também há reduções. A configuração 1.8 S pula de R$ 58.890 para R$ 53.990, enquanto a topo de linha, 1.8 SL com câmbio automático, passa de R$ 69.390 para R$ 61.990. Pela opção com decoração pseudo-aventureira, X-Gear, a Nissan passa a cobrar R$ 52.990, contra R$ 56.900 do modelo anterior. 

Os motores disponíveis para a linha Livina são o 1.6 16V, de até 108 cv, e o 1.8 16V, de até 126 cv de potência. O câmbio pode ser automático de quatro velocidades, ou manual, de cinco ou seis marchas, dependendo da versão.

Rodrigo Mora

|