Mais um mexicano aderiu ao álcool. A Nissan já vende o Sentra com motor flex desde a semana passada. O sedã médio, ainda ano modelo 2009, passou a contar com opção bicombustível assim como outros modelos da linha.

Com a mudança, o motor 2.0 ganhou 1 cv de potência, passando a contar com 143 cv usando álcool. Além disso, duas mudanças discretas marcam a diferença entre o novo Sentra e as versões anteriores. Uma delas é o espaço para placa traseiro que cresceu e fez com que a identificação do veículo subisse de lugar na tampa do porta-malas.

A outra alteração é pouco conhecida do público. Agora o sedã conta com retrovisores externos rebatíveis - por um capricho do projeto original, o Sentra tinha os retrovisores fixos, ou seja, sem articulação manual, o que fazia com que os proprietários não pudessem rebater a peça em ruas apertadas, por exemplo.

Como a versão 2.0 S com câmbio CVT responde pela maior parte das vendas, a Nissan decidiu tirar de linha a versão manual intermediária. Agora são quatro modelos disponíveis: 2.0 manual por R$ 55 290, 2.0 CVT, por R$ 60 090, 2.0 S CVT, por R$ 65 090, e 2.0 SL CVT, por R$ 72 890.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/