A Nissan soube aproveitar os holofotes das Olimpíadas do Rio de Janeiro, em agosto. Seu novo modelo, o SUV Kicks, que acompanhou a tocha olímpica pelo país, vendeu nada menos que 1.970 unidades no primeiro mês cheio no mercado brasileiro.

É um número muito bom, justamente num segmento que hoje ganha concorrentes todos os anos. Em agosto, ele foi o 5º mais vendido SUV compacto, um pouco atrás do Duster, da Renault. Mas há de se lembrar que o Kicks ainda vem do México e apenas numa versão, a SL, com preço de R$ 90 mil.

Mesmo assim, o modelo foi o mais vendido da Nissan no mês, à frente dos irmãos mais baratos, o Versa (1.907 emplacamentos) e o March (1.820). Com isso, a marca chegou a 6.288 unidades vendidas, suficientes para superar a Jeep, que ocupava a 9ª colocação nas vendas em 2016.

O resultado demonstra claramente como um bom utilitário esportivo pode mudar o panorama de vendas de uma marca. Na Nissan, o Kicks representou quase um terço das vendas (31,3%) e não é diferente em outras rivais: o 2008 significa 50,6% das vendas da Peugeot e o HR-V, nada menos que 53,6% dos emplacamentos da Honda, isso sem falar da Jeep que é outra empresa com o Renegade (99,1% dos emplacamentos em agosto).

Não é à toa que outras marcas estão de olho nesse mercado, como a Hyundai e a Renault, que promete uma série de lançamentos com esse estilo de carroceria.

 
 
Volkswagen Taigun 2012
 
Volkswagen Taigun: tentativa fracassada de um SUV derivado do up!
Volkswagen Taigun 2012
Nissan Kicks 2017
 
Nissan Kicks 2017
Nissan Kicks 2017
Volkswagen T-Cross Breeze (conceito)
 
Volkswagen T-Cross: é daqui que sairá o SUV compacato da marca
Volkswagen T-Cross Breeze (conceito)
Fiat 500X 2016
 
Fiat 500X poderia ser um bom modelo para a marca no Brasil
Fiat 500X 2016
 
 

Resposta demorada

A pergunta que não quer calar é o que a Volkswagen e a Fiat estão esperando para entra nele. A montadora italiana já tira proveito disso indiretamente com o Renegade, que faz parte da FCA, e com a picape Toro, uma espécie de SUV com caçamba, mas o belo Fiat 500X poderia ganhar uma versão nacional já que tem muitas similaridades com o Renegade – os concessionários agradeceriam.

Já a Volks poderia ter um representante no segmento se tivesse acertado na fórmula quando estudou o Taigun, aquele minúsculo conceito de SUV mostrado no Salão de São Paulo em 2012, mas que foi abandonado posteriormente. Agora, a fabricante alemã estaria desenvolvendo um SUV um pouco maior baseado em outro conceito, o T-Cross. Mas está demorando, afinal suas vendas estão aquém do tamanho que a marca já teve e um jipinho poderia ter minimizado essa situação.

Veja também: Nissan Kicks chega para incomodar concorrência

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/