Demorou, mas chegou. A nova geração da Ducati Monster causou muito furor no Salão de Milão em 2013, quando foi apresentada ao mundo - ela foi considerada a moto mais bonita do evento italiano. Finalmente, o modelo chega ao Brasil nas versões 1200 e 1200S por R$ 64.900 e R$ 73.900, respectivamente. Os dois modelos chegarão apenas em versões importadas e não serão fabricados no Brasil.

A Monster 1200 vem equipada com o motor 1198 Testastretta com dois cilindros em "L" (um "V" a 90°) - derivado da Superbike -, com 1198 cm³ de capacidade e, pela primeira vez, com refrigeração líquida - até então, todas integrantes da linha utilizavam propulsores com refrigeração a ar. O motor possui quatro válvulas por cilindro e é capaz de gerar 135 cv. Para a versão mais nervosa, S, o bicilíndrico gera 145 cv e 12,7 kgfm de torque máximo a 7.250 rpm. Inspirada nas potentes S4R e S4RS, a versão pesa apenas 182 kg a seco.

Ambas não abrem mão da eletrônica. O acelerador é eletrônico Ride-by-Wire e em ambas o piloto pode optar por modos de pilotagem (Urban, Touring e Sport), que podem ser alterados com um toque de botão, mesmo com a motocicleta em movimento.

 
 
O modelo é equipado com motor de 135 cv e refrigeração líquida O modelo é equipado com motor de 135 cv e refrigeração líquida
Ducati Monster 1200 2014 Ducati Monster 1200 2014
Ducati Monster 1200 2014 Ducati Monster 1200 2014
Ducati Monster 1200 2014 Ducati Monster 1200 2014
Ducati Monster 1200 2014 Ducati Monster 1200 2014
Ducati Monster 1200 2014 Ducati Monster 1200 2014
Ducati Monster 1200 S 2014 Ducati Monster 1200 S 2014
Ducati Monster 1200 S 2014 Ducati Monster 1200 S 2014
Ducati Monster 1200 S 2014 Ducati Monster 1200 S 2014
Ducati Monster 1200 S 2014 Ducati Monster 1200 S 2014
Ducati Monster 1200 S 2014 Ducati Monster 1200 S 2014
Ducati Monster 1200 S 2014 Ducati Monster 1200 S 2014
Ducati Monster 1200 S 2014 Ducati Monster 1200 S 2014
Ducati Monster 1200 S 2014 Ducati Monster 1200 S 2014
Ducati Monster 1200 S 2014 Ducati Monster 1200 S 2014
 
 

O chassi de treliça tubular é fixado diretamente ao motor, como nas Superbikes da marca. O piloto pode ainda ajustar a altura do assento, bem como 8 níveis de controle de tração, 3 níveis de intervenção da frenagem ABS, 3 níveis de perfil do acelerador, 2 níveis de mapeamento do motor (135-100 cv para a 1200 e 145-100 cv para a Monster 1200S).

A Monster S estará disponível apenas na cor vermelho Ducati com rodas pretas enquanto a mais apimentada será oferecida nas cores Ducati Red ou Star White (com chassi bronze).

Karina Simões

Karina Simões |