Foi uma longa gestação, interrompida pela crise financeira e pela possibilidade de venda da Opel, mas a nova geração da minivan Meriva finalmente está pronta. Sua coligada britânica Vauxhall divulgou as primeiras imagens oficiais que mostram uma surpreendente fidelidade ao conceito mostrado há alguns anos.

O aspecto mais chamativo do movolume é, sem dúvida, as portas traseiras suicidas, batizadas de FlexDoor pela GM. Com abertura para frente num ângulo de 90º, elas foram pensadas para as famílias que precisam de acesso amplo para manusear, por exemplo, um assento de bebês.

Visibilidade em alta

Diferentemente da sua antecessora, a nova Meriva tem grande visibilidade: as portas tem a linha de cintura baixa e até mesmo um ressalto na parte traseira destaca essa amplidão. Opcionalmente, há um teto solar panorâmico que compreende as duas fileiras de assentos. O visual segue o do Astra europeu, mas ela bebe na fonte das minivans francesas, as mais avançadas em design.

A Opel oferecerá uma nova gama de motores turboalimentados de baixa cilindrada ainda não revelados mas que irão de 74 cv a 138 cv. As vendas começam em junho de 2010, mas antes disso, em março, a marca mostrará o modelo no Salão de Genebra.

Infelizmente, nossa Meriva continuará em linha já que a GM brasileira deixou de seguir os modelos europeus em seus novos projetos.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/