Não é todo dia que o modelo mais luxuoso de uma marca de alto luxo é renovado, por isso modelos como o BMW Série 7 precisam ser avaliados com atenção e também cabe a eles introduzir uma série de novas tecnologias de ponta.

Cerca de um ano depois do lançamento na Europa, é a vez do “sedãzão” da BMW desembarcar por aqui em versão única, a princípio. Por R$ 709.950 ele será oferecido na configuração 750Li com o kit de personalização esportivo M Sport. Sob o capô o poderoso 4.4 V8 biturbo, que entrega 450 cv e uma explosão de 66,2 kgfm de torque a 5.500 rpm. A aceleração de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos para um carro que pesa quase duas toneladas já nos dá um bom sinal de tudo o que ele pode fazer. A ênfase na esportividade é um diferenciais do Série 7 em relação ao arquirrival Mercedes-Benz Classe S.

Pelo menos por enquanto, nada de contarmos por aqui com a mais nova motorização diesel de 4 turbos, que até poderia ser homologada por aqui graças a presença da tração integral. “A gente até pode estudar a importação do Série 7 V12, mas o diesel está descartado”, adiantou o gerente de treinamento da marca, Emilio Paganoni. Outro recurso fascinante do Série 7 que ficará de fora do Brasil, pelo menos por enquanto, é o Self Parking, no qual o carro é capaz de estacionar sozinho apenas acionando um comando na chave. “Nós enfrentamos um problema de legislação e homologação com o sistema aqui, mas de qualquer maneira o carro consegue estacionar sozinho com o motorista dentro. Nós vamos trabalhar para conseguir oferecer o Self Parking completo por aqui também”, acrescenta Paganoni.

E estacionar essa máquina não é uma das tarefas mais simples. O Série 7 com entre-eixos alongado, como é o caso da versão oferecida aqui, é o maior carro já produzido pela BMW, com 5,23 m de comprimento e 3,21 m de entre-eixos. Graças a isso, falta de espaço no sedã é algo que você não poderá reclamar. Ele ainda conta com um interessante Executive Lounge Seating, que desloca o banco dianteiro direito para a frente em 90 mm e ainda abre um apoio de pés para o ocupante do banco traseiro. Como em um avião, é conforto de classe executiva.

Discreto como deve ser em um sedã desse porte, o pacote visual preparado pela divisão esportiva da marca traz como destaque as rodas de liga leve aro 20”. Além disso, o 750Li M Sport também traz para-choques e saias laterais esportivas e pequenos detalhes em preto brilhante Shadow Line, como é possível notar no meio da grade dianteira.

Continuando por fora, os farois utilizam a tecnologia de iluminação full-LED adaptativa e com assistente de farol alto. A tradicional grade no formato duplo rim conta com o Active Air Stream, pequenas aletas que se fecham atrás da peça para melhorar a aerodinâmica.

 
 
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
BMW Série 7 2016
BMW Série 7 2016
 
 

Toda a nobreza do novo Série 7 já pode ser vista antes mesmo de chegar até o veículo. A nova chave já merece um capítulo a parte. Ela mescla comandos analógicos convencionais e traz uma tela onde é possível verificar várias informações sobre o carro, desde o travamento das portas até a condição do óleo e demais itens de manutenção. De qualquer maneira, se você for um dos raros proprietários de Série 7 que gostam de dirigir, basta deixá-la no bolso já que todo o acesso e partida são feitos por presença.

Por dentro do Série 7 você se sente quase em um mostruário de loja de eletrônicos. Estão lá a sua disposição TV, rádio, DVD e Blu-Ray e um robusto sistema de som com 16 alto-falantes fornecido pela Bowers & Wilkins. Quer mais? Os passageiros tem até uma geladeira a disposição com capacidade para 15 litros e teto solar panorâmico conta com luzes de LED integradas que à noite simulam um céu estrelado. 

Como convém a quem paga quase R$ 1 milhão por um carro, todos os bancos contam com comandos elétricos (inclusive os traseiros), aquecimento, ventilação e massageador. Esse última funcionalidade, inclusive, conta com um programa chamado BMW Vitality que pode executar oito programas diferentes de exercícios para os músculos das costas e ombros.

Além das duas telas de 10” atrás de cada banco dianteiro, os ocupantes do banco traseiro contam com um tablet de 7” que permite controlar o ar-condicionado, abertura e fechamento de vidros e da cortina, além das demais funções do veículo. Por falar em ar-condicionado, além de sistema de ionização ele também conta com fragrâncias que permitem perfumar o carro de acordo com a intensidade desejada.

Na central multimídia, a grande novidade fica por conta do comando por gestos. Com a ajuda de uma câmera 3D posicionada no retrovisor interno, o motorista pode controlar o volume do rádio, atender ou recusar chamadas e navegar pelo menu do equipamento.

Indo para a parte construtiva, o Série 7 2016 também traz uma estrutura bem arrojada. Chamada de Carbon Core, ela mescla alumínio com fibra de carbono para garantir bem mais rigidez ao conjunto e permitir um alívio no peso da ordem de 130 quilos no caso do sedã. Outro recurso, dessa vez envolvendo da dinâmica do modelo, é o Executive Drive Pro, um recurso semelhante ao Magic Carpet do Mercedes-Benz Classe S, que é capaz de ajustar a suspensão e as respostas do câmbio e motor dependendo do percurso que o carro está executando, como uma estrada sinuosa, por exemplo. Para tanto ele também trabalha em conjunto com dados do GPS.

Apesar do preço bem elevado para os padrões brasileiros, a BMW estima comercializar 60 unidades do Série 7 até o fim deste ano. “Já contamos com 25% de participação entre os carros premium executivos e nossa projeção é que o Série 7 nos permita crescer ainda mais”, declarou o presidente e CEO do BMW Group Brasil, Helder Boavida. Sobre o atual cenário político e econômico do país, o executivo estima “dois anos duros pela frente, mas acreditamos que a partir de 2019 a situação irá melhorar”.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |