Modelo com bons números de venda nos EUA e até que bem conhecido no Brasil, o Dodge Journey já está em vias de ganhar uma atualização mais profunda. O projeto, previsto para estrear no segundo semestre deste ano, sofrerá um atraso de pelo menos dois anos, noticia o Automotive News citando uma fonte ligada à Fiat Chrysler.

A ideia era que neste ano o Dodge Journey já passasse a utilizar a arquitetura CUSW também presente em modelos como o Dodge Dart, o Chrysler 200 e o Jeep Cherokee. A re-estruturação das linhas de produção da FCA, contudo, obrigou a marca a atrasar o projeto do novo Journey, que teria a fabricação deslocada do México para os EUA. A medida poderia prejudicar o Brasil, uma vez que a tributação seria maior. De qualquer forma, é bem possível que a produção do Journey permaneça no México já que a FCA deverá terceirizar a fabricação do Dodge Dart e do Chrysler 200.

Ainda de acordo com o Automotive News, a produção do Journey 2017 deverá começar começar no dia 25 de julho e não está descartado o modelo ganhar ao menos alguns aprimoramentos mecânicos, com destaque para a introdução do câmbio automático de 9 marchas para reduzir o consumo do modelo.

Atualmente o Journey é vendido em três versões no Brasil. A SXT, de entrada, é tabelada em R$ 119.900, enquanto a intermediária RT sobe para R$ 129.900 e a topo de linha RT com tração integral atinge R$ 139.900. Todas as opções são equipadas com motor 3.6 V6 de 280 cv e câmbio automático de 6 marchas, além de acomodar 7 ocupantes. 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |