A 3ª geração do Focus já virou realidade. Ou quase. A minivan da foto ao lado, a C-Max, utiliza a nova plataforma da Ford que dará origem ao novo hatch. No caso dela, no entanto, trata-se de 2ª geração.

A C-Max concorre na mesma categoria das mais famosas Scénic e Picasso, mas tinha uma lacuna em sua linha – a ausência de uma versão de sete lugares. Segundo comentários ainda de bastidores, a nova C-Max virá tanto com cinco lugares como com a 3ª fileira de assentos.

Mas, por enquanto, a Ford apenas liberou imagens da versão menor. O visual é baseado no conceito IOSIS e também no crossover Kuga. Um belo carro, mas sem o apelo que o Mondeo, o primeiro a inaugurar esse visual, teve na época.

Como novidade, a C-Max terá um novo motor 1.6 Ecoboost turbo, mas cuja performance ainda não foi revelada. Pena que minivans sejam um tipo de veículo mais viável na Europa. Sua vinda para o Brasil não se justificaria, exceto se importada. Mais detalhes dela serão revelados no Salão de Frankfut nos próximos dias.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |