O governo argentino apertou e a Ford teve de revelar seus planos para o próximo ano. A ordem veio no Ministério da Indústria da Argentina, que reuniu todas as fabricantes instaladas na região para discutir questões de equilíbrio da balança comercial. Na ocasião, a marca norte americana apresentou seus números no país – déficit de US$ 250 milhões em 2010 – e a estratégia que foi adotada para este ano e próximo, que prevê um superávit de US$ 90 milhões em 2011 e o mais interessante, a data de início de produção da nova Ranger: “entre janeiro e fevereiro de 2012”, segundo informe do Ministério.

A nova geração da picape média da Ford já é oferecida em mercados da Ásia e Oceania, onde conta com dois polos de produção – Tailândia e Austrália. Além da futura linha de produção em Pacheco, na Argentina, a montadora também prepara sua planta na África do Sul para receber a Ranger 2011, que a exemplo das outras unidades, também abastecerá os demais mercados em seus respectivos continentes.

Sendo assim, a Ranger atualizada deve ser lançada no mercado argentino ainda no primeiro trimestre de 2012. Já o público brasileiro, embora a divisão nacional da Ford não confirme, certamente poderá contar com a picape ainda no primeiro semestre do próximo ano.

Thiago Vinholes

|