Um dos segmentos que mais sofreu com a ascenção dos SUVs compactos, responsáveis também por varrer as stations wagons acessíveis e as minivans do cenário nacional, os hatches médios estão colecionando algumas boas notícias nos últimos meses.

Além da Volkswagen, que colocou no mercado o Golf com o interessantíssimo motor 1.0 TSI, a Chevrolet quer resgatar o bom nome que possui na categoria com a versão hatch do Cruze, que manterá a designação Sport6 conforme já foi confirmado pela marca.

A equipe do AUTOO flagrou uma unidade do modelo ainda completamente camuflada na região do ABC paulista, onde fica a sede da empresa no país. Com disfarces não muito pesados, apenas para disfarçar as formas mais salientes da carroceria, fica claro que o trabalho de tropicalização do hatch já está concluído, tanto é que ele será lançado durante o Salão de São Paulo, em novembro, e o início das vendas deverá ter início logo depois.

O que podemos esperar

A segunda geração do Chevrolet Cruze Sport6 vai compartilhar com o sedã o eficiente motor 1.4 16V com turbo e injeção direta, entregando 153 cv e 24,5 kgfm de torque com etanol, números muito bons e que permitem ao modelo uma excelente combinação entre desempenho e baixo consumo, como pudemos conferir em nosso teste a bordo do Cruze três volumes.

O Cruze Sport6 deverá chegar apenas em configurações automáticas, com 6 marchas, uma tendência entre os carros de porte médio para cima, onde este tipo de transmissão parece ter dominado de vez.

Com 91 kg a menos que o Cruze Sport6 anterior, a nova geração do hatch médio mira que busca o acabamento mais refinado e o nível superior superior de conforto e tecnologia embarcada que se encontra nessa categoria em relação aos modelos compactos.

Em relação ao sedã, o Cruze Sport6 renovado terá alguns atributos interessantes como oferecer bem mais espaço para carga no porta-malas, no caso 524 litros de capacidade contra 440 litros do sedã. Tanto o três volumes como o hatch compartilham o mesmo entre-eixos de 2,70 m, o que lhes possibilita acomodar 4 adultos com conforto. O Cruze Sport6, contudo, mede 4,45 m de comprimento contra 4,66 m do sedã, uma vantagem para o Sport6 uma vez que é mais compacto e mesmo assim oferece porta-malas superior.

Mercado

O Cruze Sport6 chega para disputar mercado em especial com o líder Ford Focus e o Volkswagen Golf. Atualmente o Focus registra uma média de 600 unidades emplacas mês, porém, as recentes novidades na categoria podem colaborar para trazer mais clientes ao segmento.

Considerando que a Volkswagen pratica um preço extremamente alto para o Golf com motor 1.4 turbo, indo de R$ 98.090 na versão manual ou R$ 103.490 na automática, e a Ford pede R$ 91.990 para o Focus 2.0 mais acessível com o câmbio de dupla embreagem, é bem possível que a Chevrolet coloque o preço do Cruze Sport6 também partindo da faixa de R$ 90.000, portanto bem semelhante ao praticado no sedã.

O grande diferencial do Cruze, no entando, reside no bom pacote de tecnologia embarcada que ele pode receber, com destaque para o assistente de estacionamento, alerta de colisão, dentre outros. O serviço de telemática OnStar também é um atributo de peso no modelo. Logo, vale a pena esperar pelo modelo caso você considere a compra de um hatch médio. 

 
 
Chevrolet Cruze Sport6  flagrado em teste
 
Chevrolet Cruze Sport6 flagrado em teste
Chevrolet Cruze Sport6  flagrado em teste
Chevrolet Cruze Sport6  flagrado em teste
 
Chevrolet Cruze Sport6 flagrado em teste
Chevrolet Cruze Sport6  flagrado em teste
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |