De compactos à modelos de luxo, os motores turbo com injeçã direta de combustível estão em alta no mercado mundial. No Brasil, a novidade começa a ganhar força. Nesta terça-feira, 27, a Honda confirmou a vinda dos motores VTEC Turbo ao País. A nova tecnologia vai estrear na próxima geração do Civic por aqui, que é esperada para o final do ano que vem.

O novo sedã médio da Honda será equipado com o 1.5 VTEC Turbo, o mesmo da versão vendida nos Estados Unidos, mas com mudanças para beber tanto gasolina como etanol. No modelo norte-americano, o bloco consegue entregar cerca de 178 cavalos de potência e 22,4 kgfm de torque, a 1.800 rpm, associado a uma transmissão automático do tipo CVT. A versão flex deve gerar mais de 180 cv, posicionando o novo Civic como um dos mais potentes do segmento.

 
 
Honda Civic 2016 Honda Civic 2016
Honda Civic 2016 Honda Civic 2016
Motor 1.0 VTEC Turbo da Honda Motor 1.0 VTEC Turbo da Honda
Motor 1.5 VTEC Turbo da Honda Motor 1.5 VTEC Turbo da Honda
Motor 2.0 VTEC Turbo da Honda Motor 2.0 VTEC Turbo da Honda
 
 

Haverá ainda o 1.0 VTEC Turbo, de três cilindros, que deve ser oferecido nos compactos Fit e City – o HR-V também pode estar incluso na lista. Ainda não há detalhes sobre a unidade, mas é de se esperar por algo superior a 120 cv e 15 kgfm, ou seja, números superiores ao do 1.5 litro i-VTEC aspirado oferecido atualmente.

Por fim, a linha de motores turbo da Honda inclui o 2.0 VTEC Turbo, de quatro cilindros, capaz de desenvolver 283 cv. Por conta da potência elevada, este propulsor deve ficar restrito a modelos esportivos, como é o caso do Civic Si Coupe.

Nos três casos, há comando variável de válvulas com redução de atrito, turbocompressor com respostas rápidas e injeção direta de combustível. Além de mais potência e torque, os motores prometem redução de consumo de combustível de 5% a 10%.

Economia e potência

A tecnologia do motor turbo com injeção direta chegou ao Brasil a bordo dos carros da Audi e fez sucesso. Hoje quase todas as marcas de luxo têm propulsores assim. Agora esse motor começa a chegar a modelos mais acessíveis como o é o caso do up! TSI, da Volkswagen, que usa um bloco de 3 cilindros capaz de entregar 105 cv de potência e ainda ser o carro mais econômico do país.

Redação

Redação |

Veja mais notícias da marca