Com cerca de oito anos, a atual geração do Fiat Linea já sente o peso da idade. O sedã médio da montadora italiana deve ganhar uma nova geração em 2016, que inclusive já está sendo testada na Turquia, como mostra o flagra de uma unidade do modelo publicado pelo site Ototeknikveri. Pelo menos ao que parece, o novo modelo já está pronto para chegar ao mercado.

Por ostentar uma camuflagem pesada, as linhas do novo Linea ainda são desconhecidas. No entanto, o modelo aparenta ser mais encorpado que o atual. Nas medidas, o sedã da Fiat deve ganhar alguns centímetros a mais nas medidas. A ideia da fabricante é posicioná-lo em um patamar superior, tanto é que o novo modelo pode abandonar o nome “Linea” e ser posicionado ao lado do Bravo, com maior refinamento.

A plataforma do Fiat Linea 2017 será a B-Wide, a mesma já usada pela minivan 500L. Além do sedã e do Bravo, a nova família de modelos médios da Fiat terá uma perua, para ocupar o lugar do já extinto Stilo MultiWagon.

O novo Linea será fabricado em Bursa, na Turquia, assim como o Bravo e a perua, e exportados para a Europa. Para receber os novos automóveis, a unidade fabril receberá um investimento de US$ 1 bilhão, sendo US$ 520 milhões para produzir 580 mil unidades do Linea e US$ 480 milhões para 700 mil carros do hatch e do modelo familiar. Além da Turquia, os novos modelos serão oferecidos em todo o continente europeu – a atual versão do sedã médio continuará sendo produzida para figurar como opção de entrada da linha.

Futuro misterioso

A situação do Linea no Brasil é um assunto complexo. A atual geração recebeu uma reestilização há aproximadamente em um ano, mas claramente para ganhar tempo enquanto a Fiat não define o seu sucessor. Houve rumores fortes que apontavam para uma versão nacional do Viaggio, nada mais que uma versão da Fiat do Dodge Dart, mas o boato perdeu força assim que ficou claro que a picape média que a marca italiana lançará neste ano usa a base do Jeep Renegade e não do sedã americano.

Não só o Linea, mas também o Bravo, outro que teve um leve tapa no visual, sofre com vendas modestas, uma dificuldade antiga da Fiat em ter uma presença mais significativa no segmento médio. Situação bem diferente do mercado de compactos, onde os italianos sobram.
 

 
 
Nova geração do Fiat Linea em testes na Turquia Nova geração do Fiat Linea em testes na Turquia
Nova geração do Fiat Linea em testes na Turquia Nova geração do Fiat Linea em testes na Turquia
Nova geração do Fiat Linea em testes na Turquia Nova geração do Fiat Linea em testes na Turquia
 
 
Redação

Redação |