Não é só a nova geração do Honda Civic, que estreia em breve por aqui, que terá um apelo bem mais esportivo, seu primo maior, o Accord, também seguirá pelo mesmo caminho e vai apostar em um visual inédito, tendendo para o fastback, ou seja, com uma caída de teto mais pronunciada. 

O modelo, que é comercializado no Brasil, vai estrear a décima geração nos EUA já no fim de 2017 oferecido como linha 2018 e deverá chegar ao Brasil pouco depois. A plataforma, inclusive, será a mesma do novo Civic.

Sob o capô a Honda reserva um conjunto mecânico bem mais eficiente. As versões de entrada deverão contar com o 1.5 turbo, que também equipará o Civic topo de linha, e o 2.0 turbo da mesma família deverá aposentar o V6 atual. Com potência facilmente ajustada para entregar bem mais do que 200 cv, o 2.0 turbo será um belo substituto para o propulsor usado até então e deverá oferecer um consumo menor. A Honda também não descarta oferecer, no mínimo, uma variante híbrida do sedã.

A mudança do Accord é mais do que esperada nos EUA, uma vez que suas vendas despencaram 8,7% neste ano. Modelo com uma participação tímida por aqui, o Honda Accord vendeu apenas 92 unidades no Brasil de janeiro a junho deste ano.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |

Veja mais notícias da marca