A Toyota revelou a nova geração do Yaris, que chegará à Europa nos próximos meses. O lançamento é baseado no Yaris HSD Hybrid, apresentado em Genebra, e inicialmente deve ser equipado com motores 1.0 de três cilindros e 1.3 de quatro cilindros, para posteriormente adotar propulsão híbrida.

A mudança é sensível no exterior, com visual mais fluído e contornos menos discretos, se distanciando do modelo anterior. A maior diferença, no entanto, está no interior, que não mais ostenta o painel de instrumentos no centro do carro (como nos antecessores), e sim na frente do motorista. O porta-luvas duplo também sai de cena, dando lugar a uma peça convencional. O principal concorrente do Yaris é o Honda Jazz, conhecido aqui como Fit.

Rodrigo Mora

|