Para os padrões europeus, a Volvo é uma marca que demora muito para lançar novas gerações de seus modelos. Enquanto Mercedes-Benz, BMW e Renault renovam sua linha a cada sete anos em média, os suecos beiram uma década. É o caso do sedã S60, o mais famoso da linha que não mudava desde 2000.

Praticamente dez anos depois, sua nova geração chegará ao mercado europeu – exatamente em julho de 2010. Por que tanta demora? Talvez as incertezas quanto ao futuro da marca, hoje sendo negociada com a chinesa Geely tenham atrasado ainda mais as coisas.

O fato é que os carros da Volvo têm uma legião de fãs, sobretudo pela segurança e confiabilidade. O novo S60 não deve fugir à essa regra: o sistema que evita acidente com pedestres estreará a bordo dele para depois seguir para outros modelos.

Precursor do estilo da marca

Na época em que foi lançado, o S60 atual rompeu com as linhas retangulares da Volvo. Ele trazia, em vez disso, uma carroceria larga com laterais espessas, ressaltando a robustez do modelo. O estilo se identificou tanto com a marca que todos os outros carros da Volvo o seguiram.

Desta vez, no entanto, a nova identidade visual da marca sueca chegou a bordo de outro carro, o XC60, não por menos um parente próximo do S60. Esse design preserva as linhas robustas, mas refinou outros aspectos como a frente e o perfil do modelo.

A Volvo diz que o S60 “está mais esportivo e dinâmico do que nunca”, e promete mostrá-lo por inteiro no Salão de Genebra, em março de 2010.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |