Uma fonte na Fiat já havia antecipado ao AUTOO no início do ano: “os motores GSE (Firefly) não serão cheios de tecnologia, mas focarão no torque e na economia”. E ela não estava mentindo. Nesta quarta-feira (15), a marca apresentou o Uno 2017, primeiro modelo a ser equipado com as versões 1.0 e 1.3 dos novos propulsores.

AUTOO analisou os dois e os comparou com o 1.0 e 1.4 utilizados anteriormente e também em relação aos principais de cada um. A conclusão é que a família Firefly (conhecida pela sigla interna GSE) melhorou significativamente a economia do Uno e também ofereceu uma performance superior sem que fosse preciso se utilizar de comando de válvulas mais avançado ou um sistema de sobrealimentação (turbo).

Na prática, o motor 1.0 Firefly de 3 cilindros se destaca pelo torque elevado, de 10,4 kgfm com gasolina 10,9 kgfm com etanol. É o mesmo que oferece o Ka 1.0, porém, no Fiat ela chega numa rotação mais baixa, portanto, melhor aproveitada. Em relação ao antigo 1.0, o Firefly até oferece menos potência com gasolina (72 cv contra 73 cv) mas é significativamente mais econômico: faz 9,2 km com um litro de etanol contra apenas 8 km do motor antigo.

Mais potente 1.3 do mercado

A outra opção oferecida pela Fiat no Uno 2017 é claramente focada no desempenho. Perante o 1.4 anterior, o motor Firefly 1.3 evoluiu de forma impressionante. Tem entre 101 cv e 109 cv de potência contra somente 85 cv a 88 cv do 1.4 litro. A solução da Fiat, aliás, é a que mais oferece potência nominal entre os modelos com motores menores que 1.5 litro.

Comparado ao up! 1.0 TSI, o motor Firefly é melhor em potência, mas deve, naturalmente, em torque. Já em economia, embora perca para o Peugeot 208 1.2 é melhor que modelos como o HB20 1.0 Turbo e Etios 1.3.

O próximo modelo a receber o motor Firefly deverá ser o Mobi, compacto lançado pela Fiat no início do ano.

Modelos 1.0 aspirado Fiat Uno 1.0 2016 Fiat Uno 1.0 2017 Volkswagen up! 1.0  Ford Ka 1.0 Hyundai HB20 1.0 Nissan March 1.0
Potência Gasolina 73 cv 72 cv 75 cv 80 cv 75 cv 77 cv
RPM Gasolina 6250 rpm 6000 rpm 6250 rpm 6500 rpm 6200 rpm 6200 rpm
Torque Gasolina 9,5 kgfm 10,4 kgfm 9,7kgfm 10,4 kgfm 9,4 kgfm 10 kgfm
RPM Gasolina 3850 rpm 3250 rpm 3000 rpm 3500 rpm 4500 rpm 4000 rpm
Potência Etanol 75 cv 77 cv 82 cv 85 cv 80 cv 77 cv
RPM Etanol 6250 rpm 6000 rpm 6250 rpm 6500 rpm 6200 rpm 6200 rpm
Torque Etanol 9,9 kgfm 10,9 kgfm 10,4 kgfm 10,9 kgfm 10,4 kgfm 10 kgfm
RPM Etanol 3850 rpm 3250 rpm 3000 rpm 3500 rpm 4500 rpm 4000 rpm
Cilindros 4 3 3 3 3 3
Válvulas por cilindro 2 2 4 4 4 4
Alimentação aspirado aspirado aspirado aspirado aspirado aspirado
Consumo urbano Gasolina 11,6 km/l 13,1 km/l 14,2 km/l 13,5 km/l 12,5 km/l 12,9 km/l
Consumo estrada Gasolina 13,4 km/l 15,1 km/l 15,3 km/l 15,7 km/l 14,1 km/l 15 km/l
Consumo urbano Etanol 8 km/l 9,2 km/l 9,6 km/l 9,2 km/l 8,5 km/l 8,8 km/l
Consumo estrada Etanol 9,4 km/l 10,4 km/l 10,6 km/l 10,8 km/l 9,9 km/l 10,4 km/l

Mais um facelift e eletrônica de carro grande

A escolha do Uno 2017 para estrear os novos motores foi uma forma de recolocar o modelo em evidência. Um dos carros mais vendidos do Brasil após o lançamento da nova geração em 2010, o Uno perdeu espaço nos últimos anos após a aposentadoria do Mille e a chegada de muitos concorrentes com propostas mais modernas.

Nem o tapa no visual de 2014 foi suficiente para impedir a queda nas vendas. Com a chegada do Mobi, o Uno se viu apertado entre ele e o Novo Palio e hoje emplaca pouco menos de 3 mil carros por mês.

O estilo recebeu mais detalhes ainda como a grade com frisos no lugar da inconfundível frente com os três quadrados arredondados. O resultado parece ter passado do ponto à distância – resta saber se ao vivo essa situação é diferente – o AUTOO não foi convidado pela Fiat para o lançamento.

Modelos acima de 1.0 ou turbo Fiat Uno 1.4 2016 Fiat Uno 1.3 2017 Volkswagen up! 1.0 Tsi Toyota Etios 1.3 Hyundai HB20 1.0 Turbo Peugeot 208 1.2
Potência Gasolina 85 cv 101 cv 101 cv 88 cv 98 cv 84 cv
RPM Gasolina 5750 rpm 6000 rpm 5000 rpm 5.600 rpm 6000 rpm 5750 rpm
Torque Gasolina 12,4 kgfm 13,7 kgfm 16,8 kgfm 12,5 kgfm 13,8 kgfm 12,2 kgfm
RPM Gasolina 3500 rpm 3500 rpm 1.500 rpm 4.000 rpm 1.500 rpm 2.750 rpm
Potência Etanol 88 cv 109 cv 105 cv 98 cv 105 cv 90 cv
RPM Etanol 5750 rpm 6250 rpm 5000 rpm 5.600 rpm 6000 rpm 5750 rpm
Torque Etanol 12,5 kgfm 14,2 kgfm 16,8 kgfm 13,1 kgmf 15 kgfm 13 kgfm
RPM Etanol 3500 rpm 3500 rpm 1.500 rpm 4000 rpm 1.500 rpm 2.750 rpm
Cilindros 4 4 3 3 3 3
Válvulas por cilindro 2 2 4 4 4 4
Alimentação aspirado aspirado turbo aspirado turbo aspirado
Consumo urbano Gasolina 12,6 km/l 12,9 km/l 13,8 km/l 12,6 km/l 11,6 km/l 15,1 km/l
Consumo estrada Gasolina 14,8 km/l 14,1 km/l 16,1 km/l 14,2 km/l 14,3 km/l 16,9 km/l
Consumo urbano Etanol 8,8 km/l 9,2 km/l 9,6 km/l 8,6 km/l 8,2 km/l 10,9 km/l
Consumo estrada Etanol 10,1 km/l 10,1 km/l 11,1 km/l 9,8 km/l 10,1 km/l 11,7 km/l

Mas é na parte eletrônica que o Uno 2017 ganhou muitas novidades. O modelo conta agora com direção elétrica, mais econômica e prática no dia a dia e que conta com a função ‘City’, como no primeiro Stilo e que estreou esse tipo de assistência no Brasil.

A Fiat também passa a oferecer recursos técnicos de carros maiores como controle de tração e estabilidade além de ‘Hill Holder’, aquele sistema que segura o carro na subida por alguns segundos – elas estão disponíveis de série nas versões 1.3.
A garantia, enfim, passou a ser de três anos, algo que os novos concorrentes já ofereciam há tempos. Confira aqui os preços e versões do Fiat Uno 2017.

 
 
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
Fiat Uno 2017
Fiat Uno 2017
 
 

Vida dura

A lição de casa foi feita e o Uno volta a ser um modelo com muito a oferecer, mas o ponto é que será isso que o consumidor quer? Os dois carros mais vendidos do país (Onix e HB20) não se destacam pelos motores modernos nem por oferecer recursos avançados. Eles acertam em cheio pelo visual de automóveis mais sofisticados e isso não é o forte do atual Uno. A vida realmente não está fácil para as montadoras no Brasil.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |