Uma pesquisa bem interessante foi realizada pela revista britânica Auto Express e a empresa de consultoria financeira CarFinance247, a qual tem o objetivo de comparar não só os preços dos carros bem como o custo para manter o veículo tanto no Reino Unido como ao redor do mundo. Os valores são bem interessantes e deixam claro como por aqui é preciso gastar bastante dinheiro não só para a compra do bem, mas também para manter o carro em ordem.

Para manter o resultado mais coerente, as equipes usaram como padrão um Volkswagen Golf com motor 1.4 TSI, um modelo de caráter fortemente global e com a versão no caso oferecida na maior parte dos países onde o hatch médio é comercializado. E as diferenças já começam de uma forma gritante.

O Golf 1.4 é vendido na Inglaterra por um preço que gira em torno de 19.000 libras, portanto cerca de R$ 82.000. O preço do Golf brasileiro com motor 1.4 TSI e câmbio manual é tabelado em R$ 95.670, portanto uma diferença de R$ 13.670 para o Reino Unido. Na Alemanha, o mesmo Golf custa R$ 76.936, enquanto nos EUA o preço sugerido é de R$ 66.500. O menor valor apurado foi na Rússia, onde para comprar um VW Golf 1.4 TSI é necessário gastar R$ 64.223. Logo, estamos falando de uma diferença de R$ 31.447 entre os mesmos modelos comercializados no Brasil e na Rússia, o suficiente para se comprar um bom carro usado.

A situação é ainda mais agravante ao levarmos em conta o PIB per capita, outro componente da pesquisa e que nos dá um bom sinal da riqueza de um país e de seus habitantes. Além de pagarmos por um dos Volkswagen Golf mais caros ao redor do mundo, nosso PIB per capita é de apenas R$ 50.610, portanto bem distante dos R$ 184.119 dos EUA ou os R$ 155.764 da Alemanha. Logo, isso nos dá uma ideia de que é ainda mais desproporcional o preço dos carros cobrados no Brasil. Na Rússia, onde o Golf 1.4 tem um preço mais coerente, o PIB per capita dos cidadãos é de R$ 80.572, portanto bem acima do brasileiro.

Com relação ao seguro, vale destacar que na Europa é obrigatório efeturar ao menos uma cobertura contra terceiros no momento da aquisição do carro, o qual garante a cobertura contra vítimas no caso de acidentes, mas não cobre os reparos no carro. Enquanto o valor para o Golf no Brasil gira em torno de R$ 3.800, o valor na Rússia, pasmem, é de apenas R$ 217! Já na Inglaterra o valor é mais próximo ao do Brasil e a cobertura fica em R$ 3.114. Nos EUA o preço do seguro atinge R$ 3.027. Logo, notamos aqui que o valor do seguro praticado no Brasil também é alto, mas não está tão fora da realidade mundial.

Em termos de gastos com combustível, ninguém bate os EUA e a Venezuela nesse assunto. Mesmo depois do aumento de 6.000% no preço do combustível efetuado pela administração venezuelana, o custo da gasolina é de apenas R$ 2,00. Nos EUA, por sua vez, a situação é ainda mais favorável o custo por litro de gasolina é de apenas R$ 1,44. No Brasil, por sua vez, o preço médio apurado do combustível foi de R$ 3,68 (a pesquisa não levou em conta o valor do etanol por um motivo de alinhamento mundial). Partindo para a Europa, onde a gasolina é bem mais cara, o preço médio na Inglaterra é de R$ 4,75 por litro, preço que sobe para R$ 5,18 na Alemanha.

Aqui no AUTOO abordamos recentemente outro assunto mostrando a diferença de preços entre o Brasil e outros países no mundo, no caso com o Nissan Versa. O modelo foi recentemente lançado nos EUA e por lá custa R$ 11.190 a menos do que no Brasil, como você pode conferir na notícia.

Enquanto as fabricantes culpam o “custo Brasil” por tamanha discrepância nos valores, alegando que os custos de produção, logística e trabalhistas são muito elevados, também sabemos que as montadoras praticam uma das mais altas taxas de lucro nos modelos comercializados por aqui. Além disso, é inegável que os tributos elevados também pesam para pagarmos um dos carros mais caros do mundo.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |