É inegável que o Chevrolet Classic é um dos modelos mais longevos de nosso mercado. Se contarmos desde os tempos de Corsa Sedan lá se vão 20 anos de comercialização do modelo no Brasil e demais mercados locais, como a vizinha Argentina.

O sucesso do Classic é fácil de entender: oferecer um sedã de baixo custo é uma excelente solução para muitas famílias que precisam de espaço e só podiam gastar até R$ 35.000. Derivado da primeira geração do Corsa, o Classic não era dos mais espaçosos internamente, porém, entregava um conjunto bem honesto.

Importado da Argentina desde 2014, o veterano sedã já não é exportado desde maio da unidade da Chevrolet em Rosario. De fato, as vendas já vinham caindo significativamente, mas em agosto apenas 867 unidades foram emplacadas.

A estratégia da marca em oferecer alternativas mais modernas fica clara com a chegada dos novos Onix e Prisma Joy, ainda com o visual antigo. Mesmo assim, para quem procurava um procurava um modelo três volumes, a notícia não é animadora uma vez que o Classic é tabelado atualmente em R$ 32.670 em sua versão básica, enquanto o Prisma Joy parte de R$ 42.990.

Nesta quinta-feira, 09, a Chevrolet, enfim, reconheceu o fim do modelo no Brasil, após o Classic sumir do site da marca. Um carro que se vai mas que deixa uma fabulosa história.

 
 
Chevrolet Classic 2016
 
Chevrolet Classic 2016
Chevrolet Classic 2016
Chevrolet Classic 2016
 
Chevrolet Classic 2016
Chevrolet Classic 2016
Chevrolet Classic 2016
 
Chevrolet Classic 2016
Chevrolet Classic 2016
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |