A investida no Chile, primeiro país sul-americano a receber seus modelos oficialmente, a partir de 2011, não é a única arma da Opel para voltar a ser uma marca rentável, distante de dificuldades financeiras. A subsidiária alemã da General Motors anunciou hoje a produção de um compacto, previsto para 2013, para rivalizar com o Ford Ka e o futuro Volkswagen Lupo.

Menor que o atual Corsa europeu, o futuro carro – ainda sem nome revelado – será feito para clientes que “precisam de um veículo pequeno e econômico, mas que não abrem mão de tecnologia, design e conveniência”, explica Nick Reilly, CEO da Opel. A marca alemã promete investir US$ 120 milhões na fábrica de Eisenach, na Alemanha, onde já é produzido o Corsa. Uma versão elétrica do modelo também está nos planos da montadora.

Além do futuro compacto, a Opel busca desenvolver novos produtos. “Além do Ampera, teremos um cupê esportivo e um SUV compacto, que vão significativamente expandir nossa gama de produtos e oferecer aos consumidores opções em vários segmentos”, estima Reilly.

Rodrigo Mora

|